©2015 por ana c. Meirelles e ateliê

        ouro preto - minas gerais 

31 3350-3015

mezanino

 

 

do italiano mezzanine, serve para ampliar espaços. entre o térreo e o primeiro andar, mezzanine  é o lugar de pausa do ateliê, com janelas de vidro, luminárias, divã, poltronas, olhos e ouvidos abertos. um convite à leitura de verbos que se fazem em imagens, palavras, vídeos, links que estão nos arredores da psicanálise e da cultura. ao subir a escada para o mezanino, é possível encontrar estantes das coisas que se fazem entre o sol nado e o sol posto, coleções permanentes, reservas provisórias, caixas e mais caixas de associação livre ao alcance. 

posts em destaque

a dança de clarice e guimarães

March 23, 2016

1/7
Please reload

posts recentes

12.11.2017

compondo a paisagem do encontro da última segunda literária, fizemos a leitura do livro de cartas de Virgínia Woolf, traduzido por Maria Gabriela Llansol, "Cartas íntimas a Vita Sackville-West" ,

"escrever cartas

(...) é como lançar o 

espírito a galope. e ir 

buscar o que parece estar fora

do seu alcance" ( Virgínia ),

em companhia das cartas trocadas e lançadas por aqueles e aquelas que atravessam o ateliê de psicanálise e outras artes. seguindo na série de cartas, dobradas em imagens, eis aqui, a terceira delas... ou melhor, como nos inspira llansol  _____________________ 

"eis aqui a rua e a voz estranha que me escreve"

Please reload

November 12, 2019

October 24, 2019

October 1, 2019

September 9, 2019

Please reload

arquivo
Please reload

tags