a dança de clarice e guimarães


“As palavras são portas e janelas. Se debruçarmos e reparamos,

nos inscrevemos na paisagem”. (Bartolomeu Campos de Queirós)

levo a máquina de escrever à mesa, o silêncio aos poucos sussurra em mim... aproximar escritas. circular palavra. ler, escutar, falar. conhecer. experimentar.

uma segunda literária – portas e janelas abertas – iniciando as atividades do Ateliê de Psicanálise em 2016. início com tempo de início, tempo compartilhado com Clarice, Guimarães e outras leitoras e leitores.

Clarice dessa vez vem n’A hora da estrela e outros 12 títulos possíveis para essa história. chega marcando o mistério de um livro que não diz tudo, um livro que interroga e, na dúvida, nos apresenta Macabea sabendo sem saber que sabe, com tudo que ela não tem, com todas as suas perguntas sem resposta.

diante da personagem nordestina, vinda de um lugar outro, a possibilidade da costura com um sertão de Guimarães, que não é fixo, não é fora, caminha dentro da gente. de onde? para onde? qual o destino?

é um convite que segue... na espera de mais segundas, mais encontros, mais trocas, conversas e leituras compartilhadas na voz de cada um e cada uma que se aproxima, nos ofertando a sua história.

#literatura #psicanálise #ClariceLispector #GuimarãesRosa #escrita #poesia #segundasliterárias #ateliêdepsicanálise #freud #lacan

Featured Posts
posts recentes
 

     ©2015 por ana c. Meirelles e ateliê

        ouro preto - minas gerais 

31 3350-3015